Pedagogia

Denominação

Curso de Pedagogia

Turno de funcionamento

Noturno

Número de vagas anuais

50

Duração

4 anos, perfazendo um total de 3.200 horas.

Limite Mínimo: 08 semestres.

Limite Máximo: 14 semestres.

Dimensionamento das turmas

Turmas com no máximo 50 alunos

Regime de matrícula

Semestral

Mensalidades (2019)

1º período - R$ 691,00

3º período - R$ 691,00

5º período - R$ 691,00

7º período - R$ 691,00

Ato regulatório

Modalidade: Licenciatura em Pedagogia. Renovação de Reconhecimento pelo MEC conforme Portaria nº 793 de 14/12/2016, D.O.U. 15/12/2016

Coordenação

Prof.ª Me. Waldirene Aparecida Rosa

Formação: É mestre em educação pela Universidade de Uberaba (2016). Possui graduação em Pedagogia, com habilitações em Magistério das Matérias Pedagógicas e Administração Escolar pela FAFI – Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Patrocínio, hoje, Centro Universitário do Cerrado Patrocínio. Pós-graduada em Metodologia do Ensino Superior pelas Faculdades Integradas de Patrocínio (FIP), hoje UNICERP; Pós-graduada em Didática: Fundamentos Teóricos da Prática Pedagógica pela Faculdade São Luís – São Paulo; especialista em Supervisão Escolar pela FAFI (1993); especialista em Orientação Educacional pela FAFI (1994) e em Inspeção Escolar pelo UNICERP (2012). Atualmente é professora universitária (graduação e pós-graduação Lato Sensu) e coordenadora do Curso de Pedagogia do UNICERP.

Ano em que ingressou na instituição: 1996

Lattes: http://lattes.cnpq.br/2376496969767322

Sobre o curso

Caracteriza-se pelo conjunto de diretrizes e estratégias que expressam e orientam a prática pedagógica de todos os envolvidos com a dinâmica do curso. Mantém coerência com a metodologia porque não se restringe à mera organização de componentes curriculares, mas de um efetivo posicionamento entre os envolvidos (colegiado do curso). Esse posicionamento tem caráter pedagógico, científico e tecnológico, embasado numa unidade epistemológica e no acompanhamento do estado da arte das diversas áreas de conhecimento do curso, sempre compatíveis com seus objetivos, com os princípios, com a missão e as condições oferecidas pelo Centro Universitário do Cerrado Patrocínio e de sua mantenedora, Fundação Comunitária Educacional e Cultural de Patrocínio (FUNCECP), levando-se em conta ainda, a política educacional vigente no país.

A formação oferecida abrange à docência, a participação da gestão e avaliação de sistemas e instituições de ensino em geral, propiciando a aplicação de contribuições dos campos de conhecimentos, filosófico, histórico, antropológico, ambiental-ecológico, psicológico, linguístico, sociológico, político, o econômico e o cultural.

Mercado de trabalho

O pedagogo pode atuar em diversas dimensões da Educação. Ensino infantil, fundamental e médio, gestão de escolas e coordenação de treinamentos em empresa são alguns exemplos de áreas onde o profissional da Pedagogia pode atuar.

A Pedagogia é uma das áreas com maior taxa de empregabilidade no Brasil, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O pedagogo pode trabalhar em empresas de diferentes setores:

Instituições de Ensino: como professor até o 5o ano, supervisor, psicopedagogo, coordenador/orientador pedagógico ou diretor;

Órgãos públicos: municipais, estaduais ou federais, planejando, fiscalizando e coordenando programas e políticas públicas educacionais;

Empresas privadas: nas áreas de Recursos Humanos, Treinamento e Desenvolvimento, Responsabilidade Social, etc;

ONGs: desenvolvendo e coordenando programas sociais e educativos para o desenvolvimento da comunidade;

Instituições de Saúde: na aprendizagem, recreação e apoio emocional de crianças e adolescentes internados para tratamento;

Indústria de brinquedos: pesquisa, consultoria, análise e produção de brinquedos, classificação de faixa etária;

Cultura: orientando atividades educativas em estabelecimentos como: museus, bibliotecas, brinquedotecas, centros culturais e recreativos;

Mídia e Editoras: elaborando e analisando conteúdos para o público infantil, programas educacionais, livros infantis, didáticos e paradidáticos.

Formas de acesso ao curso

O acesso ao curso de Pedagogia do UNICERP pode ser feito por uma das opções abaixo:

• Exame vestibular realizado anualmente;

• Pela nota do ENEM;

• Matrícula com isenção de processo seletivo (vestibular) para portadores de diploma de graduação (para vagas remanescentes);

• Matrículas decorrentes de transferências externas para alunos cursando Pedagogia em outras IES (para vagas remanescentes);

• Matrícula decorrente de mudança de curso, para alunos já matriculados em outros cursos do UNICERP (para vagas remanescentes).

QUANTO GANHA UM PEDAGOGO?*

*Fonte: Educa Mais Brasil

Salário médio

R$ 2.092,16

Trainee/Júnior

R$ 1.113,20 a R$ 2.351,64

Pleno

R$ 1.739,38 a R$ 2.939,55

Sênior/Master

R$ 2.174,23 a R$ 4.593,05

Mais informações

De acordo com o projeto pedagógico do curso de Pedagogia do Centro Universitário do Cerrado - Patrocínio, as atividades complementares devem ser realizadas a ao longo do curso, visando aprimorar a formação do futuro pedagogo por meio de diferentes vivências, sempre mantendo coerência com os conteúdos previstos no projeto pedagógico do curso. Contribuem para que o aluno tenha uma visão de mundo mais abrangente, bem como amplie sua bagagem intelectual.

As atividades complementares fazem parte da carga horária do curso de licenciatura em Pedagogia, conforme determinação contida na Resolução CNE no 1, de 15 de maio de 2006:

- artigo 7°, inciso III –“100 horas de atividades teórico práticas de aprofundamento em áreas específicas de interesse dos alunos, por meio da iniciação científica, da extensão e da monitoria”.

- artigo 8°, inciso III –“atividades complementares envolvendo  o planejamento e o desenvolvimento progressivo do Trabalho de Curso, atividades de monitoria, de iniciação científica e de extensão, diretamente orientadas por membro do corpo docente da instituição de  educação superior decorrentes ou articuladas às disciplinas, áreas de conhecimentos, seminários, eventos científico-culturais, estudos curriculares, de modo a propiciar vivências em algumas modalidades e experiências, entre outras, e opcionalmente, a educação em remanescentes de quilombos, em organizações não-governamentais, escolares e não-escolares públicas e privadas”.

Ainda, de acordo com o projeto pedagógico do curso de Pedagogia do UNICERP, os acadêmicos deverão cumprir 100 horas de atividades complementares, buscando um aprofundamento maior na atuação do educador/pedagogo.

Atividades complementares: palestras, semanas culturais, congressos, feiras, workshop (até 04 horas por dia), eventos educacionais, mostras pedagógicas, trabalhos voluntários/ área educacional (até 02 horas por dia), visitas a museus (até 04 horas por dia), visitas a locais turísticos (até 06 horas por dia).

O UNICERP já oferece diversas possibilidades para o aproveitamento do aluno, entre elas, destacamos: Fórum Cientifico, Simpósio de Educação, Minicursos de Extensão, Oficinas Pedagógicas, Excursão Educativa, seminários, mesa-redonda, palestras, dentre outras.

Os referidos relatórios e certificados deverão ser entregues à coordenação do Curso de pedagogia, em data previamente agendada.

Os alunos deverão ter cópia da documentação e solicitar que o professor acuse recebimento no ato da entrega

Clique e acesse o regimento de Atividades Complementares 

As formas de avaliação são normatizadas pelo Regimento Interno e Resoluções do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão.

REGIMENTO GERAL DO UNICERP - Aprovado em reunião do Conselho Universitário do Centro Universitário do Cerrado Patrocínio - UNICERP, em reunião no dia 26 de dezembro de 2006.

 

CAPÍTULO VI

DO REGIME DE PROMOÇÃO

SEÇÃO I

DAS AVALIAÇÕES PARCIAIS

Art. 116 – A verificação do desempenho acadêmico será feita por disciplina, compreendendo a apuração do rendimento escolar e da assiduidade.

Art. 117 – O rendimento escolar será aferido através de avaliações parciais realizadas ao longo do semestre letivo e pelo exame final.

Parágrafo Único – As avaliações para aferimento do rendimento escolar, de acordo com a natureza da disciplina, poderão ser realizadas de múltiplas formas, processos e técnicas adequadas a cada situação, conforme normas a serem baixadas pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão.

Art. 118 – Ao final de cada bimestre letivo será atribuído ao aluno uma nota resultante da somatória de pelo menos, duas formas de avaliação.

§ 1º Nas disciplinas com mais de duas aulas semanais deverão ser aplicadas pelo menos duas provas escritas e uma outra forma de avaliação.

§ 2º Será facultado, nas disciplinas com até 2 (duas) aulas semanais, ouvido o Colegiado de Curso, a aplicação de apenas uma prova escrita e outra forma de avaliação, para obtenção da nota bimestral.

§ 3º Ficarão a critério do Colegiado de Curso, aprovados pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, a forma e o número de avaliações nas disciplinas ministradas nos estágios supervisionados.

Art. 119 – A forma e os critérios estabelecidos para obtenção das médias bimestrais de cada disciplina deverão constar dos planos de ensino aprovados pelo Colegiado de Curso, os quais deverão ser comunicados aos alunos no início do semestre letivo.

Parágrafo Único – Caberá ao professor da disciplina escolher a forma de avaliação e sua aplicação, bem como proceder ao respectivo julgamento.

Art. 120 – O resultado da avaliação bimestral será expresso em escala de (0) zero a (100) cem, sem casa decimal.

Art. 121 – É assegurado ao aluno o direito de requerer, via Protocolo, a revisão de provas escritas e gráficas, desde que devidamente fundamentada e no prazo de 48 (quarenta e oito) horas a contar da divulgação da nota pelo professor em sala de aula.

Parágrafo Único – O processo de revisão de prova e seus possíveis recursos serão regulamentados pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão.

Art. 122 – O aluno que deixar de comparecer à prova escrita, gráfica, oral ou de outra forma de avaliação pré-determinada, bem como ao exame final, deverá requerer segunda chamada junto ao Protocolo, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas, justificando a ausência e apresentando documento comprobatório, se solicitado.

Parágrafo Único – Caberá ao Diretor de Ensino de Graduação, com base no parecer do professor da disciplina, o deferimento ou não do pedido.

Art. 123 – As notas bimestrais e a média resultante do exame final deverão ser encaminhadas ao setor competente nos prazos fixados pelo calendário escolar.

 

SEÇÃO II

DOS EXAMES FINAIS

Art. 124 – Será concedido exame final ao aluno que, com frequência mínima de 75 (setenta e cinco por cento) obtiver na disciplina, média inferior a 60 (sessenta) e igual ou superior a 40 (quarenta).

Art. 125 – Não haverá exame final nas disciplinas que envolvam conteúdos essencialmente práticos.

§ 1º Além dos estágios supervisionados, os Colegiados de Cursos poderão indicar outras disciplinas que, por sua natureza essencialmente prática, torna impossível ou inadequada a aplicação do exame final, a serem aprovadas pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão.

§ 2º A nota mínima de aprovação, nestes casos, deverá ser igual ou superior a 60 sessenta.

 

SEÇÃO III

DA APROVAÇÃO E REPROVAÇÃO

Art. 126 – Será considerado aprovado, em cada disciplina, sem exame final, o aluno que, cumprir a exigência de 75% (setenta e cinco por cento) de frequência, obtiver média igual ou superior a 60 (sessenta), resultante da média aritmética das notas atribuídas nos bimestres, passando esta média a constituir sua nota final na disciplina.

Art. 127 – Será considerado aprovado, após o exame final, o aluno que obtiver média final 60 (sessenta), resultante da média aritmética entre a média semestral e a nota do exame final.

Art. 128 – Será considerado reprovado na disciplina o aluno que:

a) tiver média semestral inferior a 40 (quarenta);

b) tiver obtido média semestral inferior a 60 (sessenta), após a realização do exame final;

c) tiver frequência inferior a 75% (setenta e cinco por cento); que podem ser acessados nos links abaixo: [o arquivo está disponibilizado em pdf].

 

Regimento Interno e Resoluções do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Clique nos títulos para download)

NORMAS GERAIS

1. RESOLUÇÃO Nº 05/2006 DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO.

Dispõe sobre critérios do Regime de Promoção, das Avaliações Parciais.

2. RESOLUÇÃO Nº 02/2005 DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO.

Dispõe sobre critérios para revisão de prova

3. RESOLUÇÃO Nº 03/2005 DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO.

Dispõe a respeito das atividades de Estágio dos Cursos de Licenciatura.

4. RESOLUÇÃO Nº 04/2005 DO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO.

Dispõe sobre critérios para aluno que perde trabalhos feitos em sala de aula.

Avaliado em 2014, o curso de Pedagogia do UNICERP é um dos mais tradicionais da região. Possui uma boa nota 3, em conceito medido entre 1 e 5. A avaliação in loco foi promovida por avaliadores designados pelo MEC. A comissão avaliou a estrutura do campus universitário, o projeto pedagógico do curso e o nível dos professores.

Fale com a coordenadora do curso, Profª. Me. Waldirene Aparecida Rosa

Telefone geral: (34) 3839.3737 – Ramal: 256

Secretaria da coordenação: (34) 3839.3710

E-mail: pedagogia@unicerp.edu.br

Estágio curricular

O estágio curricular do Curso de Pedagogia do Centro Universitário do Cerrado – Patrocínio pressupõe atividades pedagógicas efetivadas em um ambiente institucional de trabalho, reconhecido por um sistema de ensino, que se concretiza na relação interinstitucional, estabelecida entre um docente experiente e o aluno estagiário, com a mediação de um professor supervisor acadêmico e tem como objetivo, proporcionar ao estagiário uma reflexão contextualizada, conferindo-lhe condições para que se forme como autor de sua prática, por meio da vivência institucional sistemática, intencional, norteada pelo projeto pedagógico do curso de Pedagogia/ UNICERP e da unidade / campo de estágio. O estagiário deverá proceder ao estudo e interpretação da realidade educacional do seu campo de estágio, desenvolvendo atividades relativas à docência e à gestão educacional, em espaços escolares e não-escolares.

Trata-se de um eixo polarizado de várias disciplinas que compõem a estrutura curricular do curso de Pedagogia, na medida em que todas, através de um trabalho integrado, oferecem subsídios para atuação profissional competente.

O estagiário se configura como um aluno que, durante um intervalo de tempo (mínimo 300 horas), exercerá dois papéis simultâneos – o da docência e o da gestão dos processos educativos. Assegurando aos graduandos experiência de exercício profissional, em ambientes escolares e não-escolares, que amplie e fortaleça atitudes éticas, conhecimentos e competências: na educação Infantil e nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, prioritariamente, na educação profissional na área de serviços e de apoio escolar, na participação em atividades da gestão de processos educativos, no planejamento, na implementação, coordenação, acompanhamento e avaliação de atividades e projetos educativos e em reuniões de formação pedagógica.

Deve propiciar ao futuro pedagogo o conhecimento de seu campo de trabalho e o relacionamento teórico-prático da realidade com os conhecimentos adquiridos nas diversas disciplinas. O período de estágio se apresenta como um espaço do “como se ensina a ensinar” e “como se aprende a aprender”. Assim, identificamos o estágio como à oportunidade de o pedagogo/aluno vivenciar os conhecimentos e as atividades adquiridas durante o curso.

Clique aqui e acesse o arquivo

 

TCC (Trabalho de Conclusão de Curso)

Nos dois últimos períodos do curso, em fase conclusiva de todo o processo de formação do Curso de Pedagogia, será desenvolvido pelo aluno concluinte, como condição para a conclusão do referido curso, um trabalho de conclusão, na forma de TCC, visando oportunizar, incentivar e promover a produção de conhecimentos pela investigação acadêmica nos diversos setores da educação no geral. Buscando alimentar o desenvolvimento profissional e possibilitar a constante atualização e clareza nas opções em relação aos conteúdos, à metodologia e à organização didática dos conteúdos que venha ensinar e aplicabilidade de conceitos adquiridos em sua atuação como um gestor frente a um estabelecimento de ensino fundamental e médio e um educador em âmbito geral.

Clique aqui e acesse o arquivo

Formação do Profissional Docente e a Construção de Conhecimento

Currículos e Programas, Saberes e Práticas Docentes, Tecnologias na Educação, Formação de Professores (educação inclusiva, educação de jovens e adultos, educação especial), Formação Continuada, Ética na Educação, A Filosofia na Formação do Educador e Educando.

 

Gestão Educacional

Gestão Escolar, Gestão de Sistemas de Ensino, Gestão de Recursos Humanos, Planejamento e Avaliação, Gestão de Recursos Financeiros na Educação, Gestão do 3º Setor, Gestão e Organização do Trabalho Escolar, Projetos Educacionais, Gestão e Marketing.

 

Culturas e Processos Educativos

Fundamentos e aspectos culturais que perpassam os processos educativos; fundamentos teórico-filosóficos da educação; dimensões e manifestações da cultura nos processos educativos; práticas educativas em espaços escolares e não-escolares.

Apae Patrocínio

CCAA

Prefeitura de Patrocínio

Superintendência de Ensino de Minas Gerais

Perfil

O Curso de Pedagogia do UNICERP possibilita que o acadêmico demonstre o perfil de um profissional habilitado a atuar para o exercício da docência na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental, nos cursos de Ensino Médio de modalidade Normal e em cursos de Educação Profissional, na área de serviços e apoio escolar, bem como em outras áreas nas quais sejam previstos conhecimentos pedagógicos.

 

Finalidade

O curso de Pedagogia visa formar profissionais voltados para a pesquisa e a docência, que atuem nos diferentes ramos da educação, objetivando melhorar o processo ensino aprendizagem e também contribuir para a transformação da realidade social; priorizando a formação de um profissional para exercer funções de magistério na Educação Infantil nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental, nos cursos de Ensino Médio de modalidade Normal e em cursos de Educação Profissional, na área de serviços e apoio escolar, bem como em outras áreas nas quais sejam previstos conhecimentos pedagógicos.

 

Objetivos

Tem como objetivo geral, formar o educador-docente, através de uma ação integrada da docência e gestão dos processos educativos escolares, comprometido politicamente com a realidade brasileira, para exercer as funções de magistério na Educação Infantil, nos anos iniciais do Ensino Fundamental, nos cursos de Ensino Médio, na modalidade normal, em cursos de educação profissional, na área de serviços e apoio escolar e em outras áreas caracterizadas pela ação pedagógica.